segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Preconceito Religioso no Brasil

Com o crescimento da diversidade religiosa no Brasil gerou-se o aumento do preconceito religioso, tendo sido criado até mesmo o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa (21 de janeiro), sancionada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva
A Constituição prevê a liberdade de religião e a Igreja e o Estado estão oficialmente separados, sendo o Brasil um Estado laico. A legislação brasileira proíbe qualquer tipo de intolerância religiosa, sendo a prática religiosa geralmente livre no país. Segundo o "Relatório Internacional de Liberdade Religiosa de 2005", elaborado pelo Departamento de Estados dos Estados Unidos, a "relação geralmente amigável entre religiões contribui para a liberdade religiosa" no Brasil.
Você sabia que no Brasil existem mais de 4.800 religiões?  De acordo com o censo demográfico realizado em 2000, pelo IBGE, essa é a composição religiosa no Brasil: 73,8% dos brasileiros (cerca de 125 milhões) declaram-se católicos; 15,4% (cerca de 26,2 milhões) declaram-se evangélicos; 7,4% (cerca de 12,5 milhões) declaram-se sem religião, podendo ser agnósticos, ateus  ou deístas; 1,3% (cerca de 2,3 milhões) declaram-se espíritas; 0,3% declaram-se seguidores de religiões tradicionais africanas; 1,8% declaram-se seguidores de outras religiões, tais como: as testemunhas de Jeová(1,1 milhão), os budistas (215 mil), os santos dos Útimos Dias ou mórmons (200 mil), os messiânicos(109 mil), os judeus (87 mil), os esotéricos (58 mil), os muçulmanos (27 mil) e os espiritualistas (26 mil).
Mesmo com esse número tão grande de culturas e opiniões diferentes, para que ter preconceito? Neste país cada cidadão tem o direito de se expressar. De acordo com o artigo 208 do código penal preconceito religioso é crime!
“Art. 208. Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:
Pena – detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa.
Parágrafo único. Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência”.

2 comentários:

  1. Fala isso pro pessoal do meu trabalho. As pessoas aceitam quase tudo, mas não aceitam que vc não acredite em deus de forma alguma

    ResponderExcluir
  2. vao tomar no meio do cu seus filho da pputa poha nenhuma frescura cada um tem sua crença seu pau no cu

    ResponderExcluir